Aromaterapia e as emoções/Aromatherapy and emotions

 

Durante este mês tive o enorme prazer de estudar um pouco mais a respeito de um assunto que nos últimos tempos tem passado pelo ‘meu nariz’ constantemente. A Aromaterapia.

Melhor ainda, foi o grande presente de aprender mais sobre este assunto através de uma pessoa que o conhece profundamente: Sâmia Maluf , uma profissional da aromaterapia, aqui no Brasil, que há mais de 20 anos trabalha com os óleos essenciais, terapia de aromas, produtos, aulas, cursos etc etc etc.

Poderia escrever páginas e páginas a respeito dela e de todo este trabalho, mas a própria Sâmia nos conta aqui um pouco de toda esta história.

Eu adoraria que vocês pudessem ler este post num ambiente inundado de aromas como a lavanda, cipreste, bergamota e sândalo; para que eu pudesse desejar a vocês a leitura mais perfumada do blog!

Inspirem e se inspirem…

Beijos a todos. Kiki

AROMATERAPIA E AS EMOÇÕES

UMA PEQUENA DESCRIÇÃO DE SEU USO

“Aromas podem afetar o humor e evocam memórias.
Se o cheiro de biscoitos, uma fogueira de fumaça ou perfume favorito de uma pessoa muito intima nos transportam  de volta no tempo, chamando-se há muito o esquecido, eventos e sentimentos, então você experimentou a poderosa associação entre aromas, emoções e memórias.
Muito antes dos cientistas modernos começarem o estudo dos processos fisiológicos subjacentes a esta associação, os seres humanos estavam explorando e utilizando o poder das substâncias aromáticas em suas vidas diárias.
Muitas culturas antigas, incluindo as da Índia, China, Pérsia, deixaram registros que documentam o  uso de fragrâncias para o  efeito sobre os estados mentais e  as emoções. Os egípcios, em particular, fizeram uso extensivo de incenso e óleos aromáticos nos rituais religiosos.
Muitos povos antigos, como os romanos, tornaram-se muito hábeis em utilizar certas plantas aromáticas para evocar estados mentais específicos.
Na aromaterapia temos vários relatórios dos efeitos altamente seletivos para óleos essenciais específicos. Por exemplo, Incenso e Cipreste tem sido usados para ajudar a dissipar a dor, enquanto Ylang Ylang e Junípero são reivindicados para ajudar a lidar com a culpa.
Hoje, continuamos a ter consciência do impacto dos aromas no humor e outros aspectos de nossos estados mentais, tais como vigilância, impulso sexual e agressividade.
Qualquer odor pode adquirir a capacidade de provocar uma memória de um evento específico, e os sentimentos associados a esse evento, se o aroma estava presente durante a experiência original da pessoa. Isso pode ter conseqüências positivas ou negativas. Um dos meus instrutores em aromaterapia, nos contou  que por causa do óleo essencial de Lavanda que foi utilizado como desinfetante em necrotérios e em enfermarias, em lesões na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, onde o aroma deste óleo pode provocar lembranças muito dolorosas e sentimentos de pesar entre o povo britânico. Este exemplo ilustra muito bem que a experiência individual de uma pessoa com um aroma deve ser considerado antes de se tentar utilizá-lo para fins benéficos. No entanto, levando em conta a experiência individual, usar óleos essenciais pode ser muito eficaz para serem realizadas associações fortes que se formam entre as memórias e aromas.
Há muitas maneiras de desfrutar os efeitos sutis dos aromas em casa. Primeiro, use apenas substâncias aromáticas que são completamente naturais, pois fragrâncias sintéticas não têm as ações benéficas dos óleos essenciais  e podem causar dores de cabeça, palpitações entre outros sintomas.Use aromas ​​que têm associações com situações anteriormente agradáveis vividas por você.
Óleos essenciais oferecem talvez a maneira mais conveniente e eficiente para se experimentar os efeitos benéficos dos aromas. Os óleos essenciais são altamente concentrados, e são obtidos pela destilação ou prensagem a frio de material vegetal.Óleos essenciais podem ser utilizados por aromatização no ar, aplicando-os, diluídos em um óleo carreador, ou adicionando algumas gotas em um banho quente. Porque os óleos essenciais são tão concentrados, apenas uma quantidade muito pequena é necessário – geralmente apenas 10 gotas, dependendo do método de uso. A prática de usar óleos essenciais, e outras substâncias vegetais aromáticas, é conhecida como Aromaterapia. Muitos livros de boa referência sobre Aromaterapia e óleos essenciais  já estão disponíveis e devem ser consultados para obter orientações sobre uso adequado.”
Obs: Esta informação é fornecida para o interesse educacional e não se destina a diagnosticar, tratar ou curar qualquer doença.
Sâmia Maluf
para saber mais
By Samia Aromaterapia
Contato – atendimento@bysamia.com.br
During this month I had the great pleasure of studying a little more about a subject that in recent times has gone through ‘my nose’ constantly. Aromatherapy.

Better still was the great present to learn more about this subject by a person who knows deeply about it.

Sâmia Maluf, a aromatherapy professional,  from Brazil, that for more than 20 years is being working with essential oils, aroma therapy products, teaching classes, courses, etc. etc. etc…

I could write pages and pages about her and all her work, but it is going to be Sâmia herself that is going to tell us a little more about essential oils, emotions and aromatherapy.

I wish that you could read this post in an environment awash in scents such as lavender, cypress, bergamot and sandalwood. In this way you could read the most wonderful scented post in my blog!

Inhale and be inspired …

Kisses to all. Kiki

AROMATHERAPY AND EMOTIONS

A SHORT DESCRIPTION OF ITS USE

“Scents can affect mood and evoke memories.
If the smell of cookies, fireplace smoke or a favorite perfume scent of a very intimate person can drive us back in time, calling the long-forgotten events and feelings, then you have experienced the powerful association between smells, emotionsand memories.
Long before modern scientists began to study the physiological processes underlying this association, humans were exploiting and utilizing the power of fragrances in their daily lives.
Many ancient cultures, including India, China, Persia, left no records documenting the use of fragrances to the effect on mental states and emotions. The Egyptians, in particular, made ​​extensive use of incense aromatic oils in religious rituals.
Many ancient peoples, like the Romans, became very skilled in using certain herbs to evoke specific mental states.
In aromatherapy have several reports highly selective effects of specific essential oils. For example, Cypress have been used to help dissipate the pain while Ylang Ylang and Juniper are claimed to help deal with the guilt.
Today, we continue to measure the impact of smells on mood and other aspects of our mental states, such as surveillance, sexual drive and aggression.
Any scent can acquire the ability to cause a memory of a specific event, and the feelings associated with that event, if the scent was present during the original experience of the person. This can have positive or negative consequences. One of my aromatherapy instructors, told us that because of the essential oil of lavender has been used as a disinfectant in hospital wards and morgues in England during World War II, where the aroma of this oil can cause very painful memories and feelings weighing between British people. This example illustrates very well that the individual experience of a person with an aroma should be considered before attempting to use it for beneficial purposes. However, taking into account individual experience, using essential oils can be very effective to get things done that form strong associations between memories and smells.
There are many ways to enjoy the effects of subtle flavors at home. First, use only scents that are completely natural, not synthetic fragrances because they don’t have the beneficial actions of essential oils and can cause headaches, palpitations and other symptoms. Use scents that have pleasant associations with situations previously experienced by you.

Essential oils offer perhaps the most convenient and efficient way to experience the beneficial effects of scents.

Essential oils are highly concentrated, and are obtained by distillation or cold pressing extraction.Essential oil material may be used for scenting the air, applying the diluted in acarrier oil, or adding a few drops in a hot bath. Because essential oils are so concentrated, only a very small amount is needed, typically just 10 drops, depending on the method of use.
The practice of using essential oils, herbs and other vegetable substances, is known as Aromatherapy.
Note: This information is provided for educational interest and is not intended to diagnose, treat or cure any disease.”

Sâmia Maluf
learn more
By Samia Aromatherapy
www.bysamia.com.br
contact us – atendimento@bysamia.com.br

3 Comments

Filed under Uncategorized

3 responses to “Aromaterapia e as emoções/Aromatherapy and emotions

  1. so, my horoscope for today:

    CANCER (June 21-July 22):

    Of your five senses, which is the most underdeveloped? If you’re a typical Westerner, it’s your sense of smell. You just don’t use it with the same level of acuity and interest you have when you’re seeing, hearing, tasting, and touching. You may speak excitedly about an image you saw or song you heard or food you ate or massage you experienced — what they were like, how they made you feel — but you rarely do that with odors. You easily tolerate an ugly building or loud traffic noise or mediocre food or itchy fabric, and yet you feel a deep aversion to an unappealing smell. Having said that, I want you to know it’s an excellent time to upgrade your olfactory involvement with the world. You’d benefit greatly from the emotional enrichment that would come from cultivating a more conscious relationship with aromas.

    — I would suggest this is a Universal note. (pun intended!)🙂

  2. Kiki, adorei seu blog. Quando voltar adoraria conversar com você e o bolo estava apenas DELICIOSO

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s